Estados Unidos anunciam saída da Unesco

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (12) oficialmente sua decisão de se retirar da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O país permanecerá como membro da entidade até o final do ano.

Segundo o Departamento de Estado norte-americano, os EUA pretendem estabelecer uma missão permanente como “observadores” nesse organismo.

“Não foi uma decisão fácil e reflete as preocupações dos EUA com pagamentos em atraso na Unesco, a necessidade de reformas fundamentais na organização e a continuidade do viés anti-Israel na Unesco”, informou o departamento.

Os EUA reduziram substancialmente suas contribuições em dinheiro para a Unesco em 2011, em protesto contra a decisão de permitir o ingresso pleno dos palestinos na entidade.

Na época, o financiamento norte-americano equivalia a pouco mais de 20% das verbas totais da Unesco, a primeira agência da ONU em que os palestinos buscaram integração como membro total.

EUA, Canadá e Alemanha votaram contra o ingresso dos palestinos. Brasil, Rússia, China, Índia, África do Sul e França, entre outros, votaram a favor. O Reino Unido se absteve.

Israel classificou a saída dos EUA como o “início de uma nova era”.

(Fonte: G1)