É hora de ʹperdoar quem bateu panela achando que estava salvando o Brasilʹ, diz Dilma

Durante viagem na Alemanha, a ex-presidente Dilma Rousseff cedeu entrevista à rádio Deutsche Welle nesta segunda-feira (13), em Berlim, e afirmou que o Brasil “precisa se reencontrar”. Ainda de acordo com ela, o PT não deve ter um espírito vingativo nas próximas eleições.

Na entrevista, a petista voltou a afirmar que seu governo foi vítima de um golpe, mas que é hora de “perdoar a pessoa que bateu panela achando que estava salvando o Brasil, e que depois se deu conta de que não estava”. Questionada, Dilma também não descartou a possibilidade de voltar a concorrer à cargos políticos.

A ex-presidente se referiu ainda, durante a entrevista, sobre recentes polêmicas que foram muito discutidas sobre o país. Dilma disse não ver problemas em alianças entre o PT e figuras como o senador Renan Calheiro, e sobre o caso envolvendo o jornalista William Waack, acusado de racismo, ela afirmou: “O PT é coisa de preto, eu sou coisa de preto.”

*BN