ACM Neto decide que continua prefeito de Salvador

Em discurso emotivo, chefe do Executivo municipal explica razões para não disputar eleições

Em um discurso marcado por fortes emoções, tanto de quem o proferiu quanto da plateia presente, o prefeito ACM Neto anunciou hoje (05), durante solenidade de inauguração da urbanização da comunidade Guerreira Zeferina, em Periperi, no Subúrbio Ferrovário, que permanece no comando do Executivo municipal. O nome do prefeito era cogitado como postulante ao governo do estado nas eleições deste ano. Se aceitasse ser candidato, ACM Neto teria que renunciar do cargo de prefeito até este sábado (07).

ACM Neto afirmou que ama o que faz, e que tem responsabilidade para com os 3 milhões de soteropolitanos, embora confie plenamente no vice Bruno Reis. “Então, diante dessa decisão que tem de ser tomada (de renunciar ou não para disputar as eleições), ouvi muita gente da política e de fora da política. Ouvi amigos, a família, mas no final só sobrou ouvir meu coração. E a decisão que tomei foi com base no meu coração. Quero dizer que meu coração me impede de deixar a Prefeitura neste momento”, declarou, com os olhos vermelhos por conta das lágrimas.

O prefeito explicou a decisão. “Meu coração pediu para ficar. Falo com o máximo de sinceridade que amo o que faço, amo essa Prefeitura. Eu agora, nesse momento, não consegui me separar dela. Essa é a verdadeira explicação. Não vou criar situações para explicar e isso não tem nada a ver com política. Se fosse pela política eu teria que anunciar a candidatura. Tem a ver com os 3 milhões de habitantes de Salvador”, afirmou.

Ao lado do próprio Bruno Reis, do prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, de parlamentares e equipe da Prefeitura, ACM Neto reafirmou o pacto com população feito quando venceu o pleito de 2012 e disse que seria o melhor prefeito do Brasil. Ele admitiu que, como político que ama a Bahia, tem o sonho de ser governador, isso desde os 12 ou 13 anos de idade, quando acompanhava o avô, Antonio Carlos Magalhães, trabalhando pelo estado.

Ele também enalteceu Bruno Reis, que se emocionou. “Sabe gente, nas minhas reflexões nos últimos dias pensei várias coisas. Só tem uma coisa que não precisei dedicar um segundo do meu tempo para me preocupar, que foi com a lealdade, correção e amizade do meu irmão Bruno Reis. Quero dizer que, se minha decisão fosse pela renúncia, Salvador estaria entregue em mãos excelentes, sérias e trabalhadoras. Confiei nele para ser meu primeiro assessor (na Câmara Federal), deputado, secretário e vice-prefeito. E Bruno ainda vai crescer muito na política”.

Ao final do discurso, ACM Neto fez ainda uma homenagem ao prefeito de Feira, José Ronaldo, que pode renunciar hoje ao mandato. “Zé Ronaldo acompanhou minha luta, minha dificuldade nesses últimos dias. Ouvi muitos conselhos dele e também inspirei a minha gestão no trabalho que ele tem feito em Feira”, ressaltou o ACM Neto, que recebeu todo o carinho dos moradores da comunidade Guerreira Zeferina e dos aliados presentes ao evento.

Assessoria Prefeitura Salvador