Suplicy diz que quando Lula for preso ‘disponho-me a acompanhá-lo e ficar com ele’

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O vereador de São Paulo Eduardo Suplicy afirmou no Twitter que quando o ex-presidente Lula for preso “disponho-me a acompanhá-lo e ficar com ele, até que ele tenha de fato direito de defesa, o que não lhe foi permitido perante o juiz Moro e no TRF-4”. “Destaco a clareza de Celso de Mello que condenou as palavras de um general que ameaçou dar um golpe militar, caso fosse dado o HC para o Lula e depois ao ressaltar a Constituição: ‘ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado’, o que ainda não aconteceu com Lula’”, postou.

*BN