Deputado é afastado após vídeo de confusão com transexuais

Foto: Reprodução / Extra

Após se envolver em uma confusão com transexuais em frnete ao prédio onde mora em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, o deputado federal José Otávio Germano (PP) foi afastado das atividades partidárias e funções exercidas. As mulheres cobram, com uma série de xingamento, pagamento por serviços sexuais que teriam sido prestados ao deputado. O PP divulgou nesta quinta-feira (29) uma nota anunciando o afastamento do parlamentar. A sigla classifica o episódico como “lamentável no campo da moral e da ética”. De acordo com a nota, a legenda afirma que “como instituição não tem compromisso com erros individuais”, que “o parlamentar citado terá o direito de se defender e provar sua inocência”, como todo e qualquer cidadão brasileiro. “A nossa régua moral é a mesma para adversários e para correligionários. O Partido é uma instituição e preservar seu patrimônio é compromisso de todos”. O deputado se defendeu através de uma nota no Facebook. Ele disse se considerar vítima de “grosseira tentativa de extorsão” e ter ficado “surpreendido com a repercussão”. O deputado afirmou que o que aconteceu foi uma “armação com evidente propósito de denegrir minha imagem pública”. “Desejo por esta razão, ao reiterar minha isenção nesse episódio, ao mesmo tempo pedir desculpas pelo constrangimento que este fato possa ter causado a meus familiares, minhas filhas, aos amigos e a todos que acreditam no meu trabalho”.

*BN