“PCdoB tenta impedir aumento abusivo nos planos de saúde”, diz Augusto Vasconcelos

A bancada do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) na Câmara dos Deputados protocolou dois projetos de Decreto Legislativo “com o objetivo de impedir o aumento abusivo dos preços dos planos de saúde e alterações nos modelos de seguros, autorizados por Temer”. A informação é do pré-candidato a deputado estadual e presidente licenciado do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos. “É um absurdo este ataque ao bolso do trabalhador. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou aumento de até 10% no valor dos planos de saúde individuais e familiares recentemente e esta reação do partido é contra este abuso.

Além disso, para novos contratos, criou dois novos modelos: de franquia e de coparticipação. No primeiro, o plano só arca com custos a partir de um valor previamente determinado. Na coparticipação, o segurado poderá pagar até 40% de um serviço médico, desde que não ultrapasse o valor de uma mensalidade.