Moro questiona se Gilberto Gil sabia de corrupção no PT; veja depoimento

Nesta quinta-feira (10), o candor Gilberto Gil depôs ao juiz Sérgio Moro como testemunha de defesa do ex-presidente Lula, atualmente preso. O depoimento foi por videoconferência, conduzido por Cristiano Zanin. Declarando ter contato direto com o ex-presidente, como ministro da Cultura, Gil foi questionado pelo advogado se tinha conhecimento que o petista obtinha vantagens indevidas. Ele afirmou que não. O juiz Moro, por sua vez, foi direto ao ponto perguntando ao cantor se ele tinha sabia que José Dirceu e Antônio Palocci se envolveram em esquemas de corrupção. Gil negou. Moro continua questionando se ele sabia que marqueteiro João Santana se envolveu em esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro. O cantor negou mais uma vez.

– “O senhor tem conhecimento que tanto o senhor Antonio Palocci como o senhor João Santana são confessos em relação à prática de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro?”, questionou, Moro.

– “Tenho ouvido de notícias a respeito dessa possibilidade”, respondeu, Gil.

Confira o depoimento abaixo: