Derrotado nas eleições, Henrique Meirelles vai virar ‘youtuber’

Foto: José Cruz/ Agência Brasil

Candidato derrotado à Presidência da República, Henrique Meirelles (MDB) não vai apoiar nem Jair Bolsonaro (PSL) e nem Fernando Haddad (PT) no segundo turno. O ex-ministro da Fazenda não disse qual candidato lhe agrada mais sob o ponto de vista do plano econômico, mas avaliou o que, na ótica dele, seria benéfico na gestão econômica do país.

Ele ainda falou sobre seu futuro. Disse que não tem planos, nesse momento, de continuar na política, mas revelou que quer se tornar uma espécie de “youtuber”. Meirelles também negou que tenha sido abandonado pelo MDB durante a campanha e afirmou que a primeira medida que o futuro presidente deve tomar na área econômica é “promover o equilíbrio fiscal”.

O ex-candidato também negou ter se arrependido de gastar R$ 53,2 milhões na campanha, do próprio bolso, para terminar a eleição com apenas 1,2% dos votos. “Não me arrependo de nada”, assegurou.

Fonte BN