Coaf aponta depósito de R$ 100 mil na conta de Ronnie Lessa

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou um depósito de R$ 100 mil, em dinheiro, na conta do policial reformado Ronnie Lessa, acusado de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

O depósito foi feito na boca do caixa, no dia 9 de outubro de 2018, sete meses após o crime.

O documento foi citado pelo Ministério Público em um pedido de bloqueio dos bens de Lessa e do ex-PM Élcio Queiroz, também preso. A solicitação foi feita para garantir a indenização por danos morais e materiais às famílias da vereadora e do motorista.

Lessa e Queiroz devem depor hoje (15) sobre o caso. Ontem (14), eles foram levados para audiência de custódia por terem sido presos em flagrante, na terça-feira (12), por posse ilegal de arma.

*M1