Preso na Lava Jato, Luiz Argolo é solto após quatro anos

                                                                      Foto: Lúcio Bernardo Jr;/Câmara dos deputados

 

Preso na Operação Lava Jato, o ex-deputado federal Luiz Argolo deixou a penitenciária Lemos de Brito, no bairro da Mata Escura, em Salvador, na terça-feira (16). De acordo com o jornal Correio*, a decisão foi assinada pelo juiz Almir Pereira de Jesus, da 2ª Vara de Execuções Penais da capital baiana.

O ex-parlamentar, que é acusado de desviar dinheiro da Petrobras, estava preso desde 2015. Argolo foi condenado a 12 anos e 8 meses de detenção, inicialmente em regime fechado.

Ainda segundo o jornal, a defesa de Argolo tentava a autorização da liberdade condicional, mediante parcelamento em 152 vezes do débito que ele tem com a Justiça, no valor de R$ 1,9 milhão. O valor representa a soma do que ele teria desviado dos cofres da estatal com uma multa de R$ 629 mil.

*Bahia.Ba