SAJ: Viúva de topiqueiro morto após ser atropelado pede justiça, “Não foi simples acidente”

Viúva de topiqueiro morto em Santo Antônio de Jesus pede justiça. A viúva de prenome Jamile pede ajuda da população para não deixar impune a morte do seu esposo. Erivaldo foi atropelado na noite de sexta-feira (15), na Avenida ACM, “Minutos antes eu falei com ele por telefone e ele me disse que já estava indo para casa e a ligação que recebi depois foi do SAMU, cheguei lá vi o corpo do meu marido no chão. Só quem passou por isso sabe a dor que sinto”, disse. Segundo informações, a vítima teria se envolvido em uma discussão com um colega num bar, em seguida Erivaldo foi para casa de moto quando foi atropelado. O acusado conhecido como Junior Cabeça prestou depoimento nesta segunda-feira (18) e foi liberado. “Até poucos dias atrás tinha meu marido perto de mim, mas ele foi arrancado de mim e da minha filha brutalmente por um monstro, estou com minha família destruída. Minha filha de 11 anos está sem o pai dela agora. É injusto ver uma pessoa dessa na rua, isso não pode ficar impune. Não foi um simples acidente de trânsito”, frisou. De acordo com Jamile, seu esposo era uma boa pessoa, um bom filho e pai. O Corpo de Erivaldo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica do município onde foi necropisado.