SAJ: Acusado de sequestrar a ex-companheira deve responder em liberdade; delegada garante medida protetiva

Até esse mês de setembro, um feminicídio foi registrado em Santo Antônio de Jesus pelo Núcleo de Proteção a Mulher do município. De acordo com a delegada do Núcleo, Patrícia Jacques, o crime com requintes de crueldade contra a vida da comerciante Damiana dos Santos que tem como principal acusado o ex-companheiro que chegou a confessar o feminicídio.

“Alguns casos já estou acompanhando de perto a situação da vítima e outros já foram solucionados e encaminhados a justiça que culminou com os flagrantes.

“Tivemos algumas ocorrências envolvendo a violência contra a mulher e por isso sempre a questão do diálogo e a sociedade estar tratando sobre o tema que é recorrente e atinge a sociedade brasileira e é preciso discutir sempre e se envolver para prevenir esses tipos de crimes”, alertou a delegada Patrícia.

Na manhã do último sábado, 21, uma mulher foi vítima de um sequestro no seu local de trabalho e de acordo com informações da polícia, o ex-companheiro é o principal suspeito do crime. A vítima foi levada até a residência do suspeito, quando a polícia que já estava providenciando a medida protetiva a resgatou e prendeu o acusado. “Ela já tinha registrado uma ocorrência policial de ameaça e encaminhamos o requerimento a justiça, mas antes de ser decretada, ele praticou todos esses atos e após ser conduzido pela Polícia Militar, o delegado responsável lavrou o mandado de prisão e medida protetiva em desfavor do acusado que foi liberado”, explicou Jacques.