“O governo está culpando os caminhoneiros por falta de serviços básicos, medicamentos, só que isso falta há muito tempo”, diz Alexandre Garcia