Para Alexandre Garcia, curso superior deveria ser agravante para preso não ficar em cela especial, “tem mais estudo para saber que cometeu um crime”