Pesquisadores brasileiros desenvolvem método inédito para tratamento de câncer

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) desenvolveu um novo método para o tratamento do câncer, doença em que as células anormais se dividem incontrolavelmente e destroem o tecido do corpo e que vitima cerca de 8 milhões de pessoas todos os anos ao redor do mundo.

Análises feitas pelo Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS), responsável pela aceleração de processos de inovação na área, permitiram traçar o perfil molecular do tumor e do tecido saudável de cada indivíduo.

Segundo a instituição, com base no estudo, a escolha de medicamentos relevantes para cada paciente será favorecida, minimizando-se os efeitos colaterais e facilitando o tratamento personalizado da doença.

A iniciativa teve seu potencial reconhecido pelo edital Apoio ao Empreendedorismo e Formação de Startups em Saúde Humana do Estado do Rio de Janeiro, da Federação de Apoio à Pesquisa (Faperj), e ganhou o investimento inicial para que chegue à população. O projeto é inovador, e não há concorrente no mercado para esse tipo específico de diagnóstico, diz a instituição.

*AgênciaBrasil