Pesquisa mostra que podem ser encontrados até 23 mil fungos e bactérias em celulares

O celular é um dos objetos mais usados pelo ser humano, porém de acordo com a pesquisa feita pela faculdade Devry Metrocamp, localizada em Campinas-SP, apontou que ele pode conter muitas impurezas que podem gerar doenças de diversas gravidades. Segundo este levantamento, os equipamentos podem ter até 23 mil fungos e bactérias.

A pesquisa ainda falou sobre a importância de higienizar os celulares e também as mãos após pegar neles, já que a pessoa pode pegar no olho ou em alguma região com mais sensibilidade a doenças. As patologias que pegar no celular e não fazer a higiene necessária são: doenças de pele (micoses, furúnculos, abcessos), sinusite, otite, conjuntivite e até mesmo meningite.

O trabalho foi realizado com 20 celulares, cinco tablets, as capas de proteção dos aparelhos, 12 teclados e seus respectivos mouses. O micro-organismo mais encontrado nos equipamentos foi a bactéria Staphylococcus aureus, que está presente em várias doenças de pele e também entre outras infecções no corpo humano, inclusive meningite.

*VN




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *