Remédio para tratamento de casos graves e moderados de Alzheimer é incorporado ao SUS

O Ministério da Saúde incorporou o medicamento memantina para tratamento de Alzheimer no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (9), o prazo máximo para oferta do medicamento é de 180 dias. Relatório de recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) afirma que “apesar do tamanho do efeito ser pequeno, ele é significativo e influencia favoravelmente a qualidade de vida dos doentes e cuidadores”. O documento diz ainda que a memantina deve ser combinada a inibidores da acetilcolinesterase nos casos moderados. Em casos graves, ela pode ser usada isoladamente. O medicamento não é indicado para casos leves.

*BN




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *