Novembro Azul: ‘Diabetes é a doença do século XXI’, alerta diretora do Cedeba

Novembro Azul: 'Diabetes é a doença do século XXI', alerta diretora do Cedeba

Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

O número de brasileiros diagnosticados com diabetes aumentou 61,8% entre 2006 e 2016, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Atualmente, mais de 13 milhões de pessoas convivem com a doença no país. Com o objetivo de alertar a população sobre os riscos, é celebrado, em 14 de novembro, o Dia Mundial do Diabetes.

 

“Diabetes é a doença do século XXI, porque é a doença do desenvolvimento, do estresse, que leva o indivíduo a uma série de complicações, inclusive a doença cardiovascular. Eu acredito que a gente ainda precisa muito desse Novembro Azul para fazer com que as pessoas se conscientizem da necessidade de tratamento”, afirmou a diretora do Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), Reine Chaves.

 

Em entrevista ao Bahia Notícias, a profissional pontuou a possibilidade de subnotificação dos casos da doença, principalmente com relação ao número de mortes. Dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) mostram que o Brasil registrou crescimento de 12% no número de óbitos por diabetes entre 2010 e 2016. “Eu ainda acredito que esse dado seja subestimado. Muitas vezes o indivíduo morre de infarto, que é a principal causa de morte de diabéticos, e não é colocado no atestado de óbito que era diabético”, argumentou.

 

Reine falou também sobre os sinais e tratamentos do diabetes, além de consequências da doença, como o chamado pé diabético