O último dos moecanos

O ex-presidente da Câmara de Santo Antônio de Jesus, Everaldo Júnior, disse que está sozinho nas críticas ao prefeito e se referiu aos colegas vereadores como G-9, afirmando que os outros nove vereadores somente apóiam as ações da Prefeitura, sem discutir nada. O líder do Governo na Câmara, vereador Faustino Cunha, subiu ao púlpito e respondeu às críticas. “Se um dia o senhor estiver aqui, a favor do prefeito, alguma coisa estará errada”, ironizou Faustino Cunha. Não fossem os debates entre os vereadores sobre as ações da Prefeitura, mais uma vez a sessão duraria apenas cinco minutos, pois nenhuma matéria relevante constou da pauta e, após as discussões, o presidente em exercício, Albino Martins encerrou a sessão.