Empreendedora cruzalmense solicita primeiro crédito junto ao CrediBahia

A empreendedora Maria José do Nascimento assinou a solicitação de crédito junto ao Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (CrediBahia), na manhã do dia 25, durante a inauguração da agência no município. Há seis meses ela é dona de uma barraca de pastel próxima ao Ginásio de Esportes e se encaixa perfeitamente no perfil dos empreendedores que são beneficiados pelo programa. Maria José trabalhava como costureira até o início de 2007, quando ganhou de presente um tacho e um fogão de uma amiga durante uma viagem ao Rio de Janeiro. “No início a idéia era vender batata frita”, diz a empreendedora, que depois percebeu que o pastel tinha uma saída melhor. “Conto com a ajuda de muita gente. Pra você ter uma idéia, o material que eu uso para fazer o pastel fica guardado em cinco geladeiras dos meus parentes, conta sorridente. Com o empréstimo de R$ 2 mil que pretende pegar, Maria José vai comprar material para não precisar comprar as coisas no cartão da cunhada e um freezer usado e vender refrigerante. Espero que a clientela cresça e junto com ela o meu lucro”, disse a empreendedora, que vende em média 50 pastéis por dia. Na cerimônia de inauguração da agência o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, lembrou que a geração de trabalho, emprego e renda é uma das prioridades do Governo do Estado. “Com o CrediBahia, o desenvolvimento econômico e social caminham juntos”, disse Vasconcelos, reforçando o impacto social que o programa pode proporcionar aos municípios. O diretor de Operações da Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), José Ricardo Santos, representando o presidente Luiz Alberto Bastos Petitinga, ressaltou a importância do CrediBahia para o pequeno empreendedor. O Chefe do Gabinete Civil, José Dias, representou Prefeito Orlandinho (convocado para uma audiência com o Governador Jaques Wagner). Dias salientou a importância do CREDIBAHIA para as camadas mais pobres da sociedade, contribuindo para a diminuição das desigualdades sociais, objetivo maior da administração do Governo do Povo. O programa passa a contar com 135 agências em 134 municípios. O programa já formalizou mais de 29 mil contratos e liberou cerca de R$ 37 milhões, beneficiando quase 19 mil empreendedores. O programa é operacionalizado pelo Governo do Estado, através da Setre e Desenbahia, em parceria com o Sebrae e prefeituras dos municípios onde os postos de atendimento do programa são instalados.