Seria bom para Ailton ser vice de Humberto?

Existe um comentário na cidade sobre a possível aliança entre PT e PMDB, na qual Ailton seria vice de Humberto. Nada existe nenhuma conversa iniciada neste sentido, trata-se apenas de especulação. Ambos estão fazendo suas campanhas discretamente, as pesquisas do ano que vem definirão a posição de cada nas mesas de negociação, no bom sentido da palavra. Humberto já sai na frente por ter um nome conhecido, afinal já foi prefeito, candidato a prefeito bem votado na última eleição e recentemente candidato a deputado. Por outro lado, Ailton tem a vantagem de estar mais presente na cidade nos últimos anos, foi bem votado nas suas tentativas  para vereador, apesar de não ser eleito, nenhum dos atuais vereadores teve mais voto do que ele na última disputa. E apesar de ter a campanha mais humilde financeiramente foi tão bem votado quanto Humberto e Rogério Andrade, na disputa para deputado estadual. Outra vantagem de Ailton sobre Humberto, é o fato de ser novo na disputa para prefeito e como não exerceu nenhum cargo eletivo no legislativo nem no executivo, nada pesa contra ele, fazendo com que tenha uma rejeição menor. O índice de rejeição aponta a possibilidade de crescimento de um candidato e neste quesito, Ailton ganha com folga. Afinal, pesa contra Humberto o fato de ter saído da prefeitura com sua casa apedrejada, embora este fato tenha sido ignorado por quase 18 mil eleitores na última disputa. Para Ailton seria melhor ser candidato a prefeito, encarando Humberto e o prefeito Euvaldo na próxima eleição, do que enterrar sua carreira sendo vice de Humberto. Seria melhor para a sua carreira política, seu nome estaria mais forte e mais conhecido para uma próxima disputa. Ser eleito como vice de Humberto poderia colocar-lhe do ostracismo. Perder como candidato a vice seria enterrar uma carreira política que ainda está nascendo.  É melhor arriscar como candidato a prefeito, quem sabe o povo resolve optar por novidades