Sobre a filiação de Humberto Leite ao PMDB

A Filiação de Humberto Leite no PMDB causou comentários diferentes em todos os grupos. Délcio Mascarenhas afirmou em entrevista a Rádio Andaiá que Humberto nunca apoiou uma candidatura do beija-flor a não ser a dele mesmo. Délcio lembrou que Humberto esteve ausente na campanha de Zé Raimundo e nas campanhas de Renato Machado, tendo inclusive feito um adesivo com a frase “Renato tô fora”. E não apoiou também a candidatura do próprio Délcio a deputado Estadual. O presidente da câmara lembrou que apoiou a candidatura de Humberto Leite para prefeito e deputado estadual. Outra corrente do beija-flor ligada a Dr. Leonel e Dr. Dílson Machado acham que Humberto deveria ter consultado as outras lideranças do grupo beija-flor sobre sua filiação ao PMDB. Segundo eles Humberto desconsiderou a opinião dos líderes do grupo que ele afirma fazer parte.

Para os aliados de Humberto Délcio está frustrado porque queria levar Humberto para uma coligação com o prefeito. Afirmam ainda que se existe um “traidor”, este seria Délcio.