Será que Wagner vai ressucitar a OAS?

Da Seção Holofote da revista Veja:

 

A Bahia começa a sentir os efeitos econômicos do desaparecimento do senador Antonio Carlos Magalhães, que morreu em julho. A construtora OAS reativou seus negócios no estado, que haviam minguado depois que seu dono, César Mata Pires, brigou com ACM. Pires, que era genro de ACM, planeja erguer dois grandes empreendimentos imobiliários em Salvador e pretende reassumir seu assento na TV Bahia, que pertencia a ACM. O empresário também quer aproveitar suas boas relações com o PT para disputar licitações no governo Jaques Wagner.