Alexandre Nardone: “Papai não vai sossegar enquanto não achar o assasino “

Encontrar o assassino que matou Isabella. Esta foi a promessa que o pai de Isabella, Alexandre Nardoni, fez diante do caixão da filha, morta após ser esganada e jogada da janela do sexto andar do prédio onde Alexandre mora com a esposa Ana Carolina Jatobá e dois filhos, no dia 29 de março. “No dia do velório da minha filha, fiz uma promessa, no caixãozinho dela, que eu não ficaria sossegado até encontrar o assassino que fez isso com ela… Eu disse, 'filha, vou prometer uma coisa pra você, papai não vai sossegar enquanto não achar o assassino'”, afirmou Alexandre, em entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo. “Eu queria ir junto com ela, queria me jogar, ir junto com ela, minha vida estava indo tudo alí”, disse o pai, ao acompanhar o enterro da filha. Alexandre e Ana Carolina, que também participou da entrevista, foram indiciados pela Polícia Civil pela morte de Isabella e, a todo momento, negaram a autoria do crime. Ressaltaram, desde o início da entrevista, que são muito apegados à família e que tinham um relacionamento harmonioso com a menina, que também tinha ótimo relacionamento com os irmãos. “Eu estava sempre cantando, a Isa gostava que eu brincasse… Ela me chamava de tia Carol”, disse Ana, chorando. Ambos comentaram que Isabella teria demonstrado interesse, inclusive, de morar com a família e que, por pelo menos uma duas vezes, chegou a chamar Ana Carolina de mãe. “Ela era minha filha postiça, umas duas vezes ela me chamou de mamãe”, disse Ana Carolina ao repórter Valmir Salaro, que entrevistou o casal. Ao serem questionados pelo repórter sobre o indiciamento, explicitando que Ana é acusada de sufocar Isabella e que o pai, de jogá-la pela janela, eles refutaram a acusação, reforçando os laços afetivos com a menina. Ambos também negaram que Isabella estaria sangrando já dentro do carro, como aponta o laudo da polícia, que encontrou sangue de Isabella no veículo da família e vestígios de sangue em uma fralda. Fonte : G1. CLIQUE AQUI E ASSISTA A ENTREVISTA.

NOSSA OPINIÃO:

Um Show de embromação. O casal jura inocência o tempo todo fala a mesma coisa durante toda entrevista: “não dormimos mais, amávamos a Isa”, A Isa dizia isso, dizia aquilo e “somos inocentes”, o tempo inteiro a mesma coisa.  A entrevista foi combinada para deixar o casal Nardoni como vítimas. Muitas perguntas que nos fazemos sobre o caso não foram feitas pelo repórter da Rede Globo ao casal. Ao que parece a Globo atendeu a exigência  da defesa, que geralmente é quem intermedeia entrevistas como esta, de não constranger o casal. O repórter não perguntou se quer se o casal tem inimigos e porque alguém entraria num apartamento só para matar e jogar uma criança pela janela, sem roubar nada. Não perguntou sobre o sangue no carro e na roupa dele. Sobre as pegadas do sapato dele na casa. Porque lavaram a roupa depois. Em fim, deixaram de perguntar sobre muitas coisas estranhas da versão do casal. Entrevista arrumada para ganhar audiência.