Preço arroz sobe até 25% nas prateleiras

O velho e bom arroz com feijão pode estar com os dias contados na mesa de muitos consumidores baianos. Primeiro foi o feijão, que chegou a ser comercializado a R$7. Agora é a vez do arroz ficar mais caro nas prateleiras dos estabelecimentos comerciais. Quem foi aos supermercados da capital baiana ontem já pôde perceber um reajuste médio de 25% no preço do produto, chegando a custar, em alguns casos, até R$2,39 o quilo do arroz branco tipo 1. Dados da Associação Bahiana de Supermercados (Abase) confirmam o reajuste no preço do arroz na unidade. O da marca Emoções, por exemplo, custava R$1,48 no último dia 22 e hoje está sendo vendido por R$1,74, ou seja, um incremento de 17,56%.  Segundo dados da pesquisa da Abase, o quilo do arroz Tio João, por exemplo, passou de R$1,78, no dia 22 de abril, para os atuais R$1,85. Já o quilo do Tio Mingote pulou de R$1,59 para R$1,81.

Fonte: Ibahia