Sem Lula, Serra ainda venceria com folga eleição de 2010

A pesquisa CNT/Sensus preparou quatro cenários para a eleição presidencial de 2010. O governador de São Paulo, José Serra, vence com folga quando seu nome entra na disputa, mas a diferença dele para outros candidatos caiu de fevereiro pra cá.

Já na pesquisa espontânea, Lula lidera com 29,4%. Em seguida vem Serra, com 5%, Aécio Neves, com 2,9%, Geraldo Alckmin, com 2,4%, Heloísa Helena, 1,7% e Ciro Gomes, 1,5%. Os que ainda não tem candidato somam 54,1%.

Cenário 1: “Da seguinte lista de candidatos, em quem o senhor votaria para presidente da Republica se as eleições fossem hoje?”

* 36,4% – José Serra (PSDB). Em fevereiro eram 38,2%.

* 16,9% Ciro Gomes (PPS). Na última tinha 18,5%.

* 11,7% Heloísa Helena (PSOL). Em fevereiro, 12,8%.

* 6,2% Dilma Roussef (PT). Eram 4,5%.

* 29% votariam branco, nulo ou não souberam responder. Antes eram 26,1%.

Cenário 2, com Aécio Neves (PSDB), governador de Minas Gerais, no lugar de Serra:

* 23,5% – Ciro Gomes. Antes eram 25,8%.

* 17,5% Heloísa Helena (eram 19,1% em fevereiro).

* 16,4% Aécio Neves (em fevereiro tinha 16,6%).

* 7% – Dilma Roussef (contra 5,4% de fevereiro).

* 35,7% votariam branco, nulo ou não souberam responder. Antes eram 33,3%.

Cenário 3, com o ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, como candidato do PT:

* 34,2% – Serra (em fevereiro tinha 37,5%).

* 17,8%  – Ciro Gomes (em fevereiro, 19,6%).

* 14,1% Heloísa Helena (em fevereiro, 14,9%).

* 3,8% – Patrus Ananias (em fevereiro, 3,4%).

* 30,2% não responderam (em fevereiro, 25,8%).

Cenário 4 foi o único inédito. Nele, Geraldo Alckmin seria o candidato do PSDB.

* 23,2% – Ciro Gomes.

* 17,2% – Alckmin

* 16,3% -Heloisa Helena

* 7,6% – Dilma Roussef

* 35,9% – Não tem candidato 

Se houvesse um segundo turno entre Serra e Dilma, ele ficaria com 53,2%, contra 13,6% dela. Outros 33,3% não teriam candidato. Em fevereiro esses números eram respectivamente: 57,9%, 9,2% e 33%.

Já numa disputa de segundo turno entre Aécio e Dilma, ele teria 32,1%, ela 18,3% e 49,6% não saberiam em quem votar. Em fevereiro esse números eram respectivamente: 36,9%, 14,%5 e 48,7%. (fonte: Blog do Noblat)