Conta de telefone fixo pode aumentar até 4,46%

O reajuste das tarifas de telefonia fixa, previsto para o início de julho, deve ser de até 4,46%, que foi o acumulado dos últimos 12 meses do Índice de Serviços de Telecomunicações (IST). A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou nesta quinta-feira (12) a variação do IST em maio, que foi de 0,75% – uma disparada em relação a abril, quando a variação foi de 0,47%, acompanhando o movimento de alta da inflação. Para calcular o reajuste, a Anatel aplica sobre o IST um redutor de produtividade, para repassar aos clientes os ganhos obtidos pelas concessionárias, entre elas Telefônica, Oi e Brasil Telecom. O percentual de reajuste só deverá sair até 1º de julho. No ano passado, o IST acumulado foi de 2,91%, e os reajustes, com o fator de produtividade, variaram de 1,8% a 2,2% para as ligações locais.