Denúncia do PMDB leva Justiça Eleitoral a multar ACM Neto e DEM por propaganda ilegal

O deputado federal ACM Neto, pré-candidato à Prefeitura de Salvador, e seu partido, o Democratas, foram condenados pela 29ª Zona Eleitoral por propaganda eleitoral antecipada, devido a uma representação do PMDB, partido do prefeito João Henrique, candidato à reeleição. A juíza Márcia Denise Mascarenhas considerou que a propaganda dos Democratas, em que ACM Neto falava de novas propostas para a cidade e se colocava como o mais apto para implementar os novos projetos, fez exaltação da figura do pré-candidato, o que a caracterizou como propaganda fora do período determinado pela Lei eleitoral. Tanto o pré-candidato quanto o Democratas deverão pagar uma multa no valor de R$ 21.282,00.

(fonte: Política Livre)