Micro empresas baianas passam a ter redução de despesas fiscais

O Programa Acelera Micro foi lançado pelo governador Jaques Wagner na manhã de quinta-feira (10) no auditório do Sebrae, em Salvador. Também chamado de Acelera Bahia II, o conjunto de medidas é resultado de negociações entre representantes empresariais, Secretaria da Fazenda e Sebrae para integrar as cadeias produtivas locais, propiciando, em conseqüência, o desenvolvimento da Bahia e o reforço das finanças públicas. O programa vai beneficiar micro e pequenas indústrias, cooperativas que beneficiam castanhas de caju e palmito em conserva, fabricantes de massas e biscoitos populares, pequenos e médios industriais de laticínios e donos de óticas de pequeno porte. O governo espera que os incentivos acabem aumentando a base de arrecadação com os ganhos em competitividade. O setor de laticínios, por exemplo, terá uma redução da carga tributária de 2% e os empresários serão dispensados do pagamento do imposto, relativo à substituição tributária, nas operações internas com iogurte produzido em estabelecimento situado no estado que atenda às disposições da legislação sanitária federal e estadual.

Fonte: Ibahia