Negado habeas corpus ao prefeito de Jaguarari

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ, ministro Gomes de Barros, negou pedido de habeas corpus ao prefeito de Jaguarari, Edson Almeida (PSDB). Ele foi afastado do cargo, por 90 dias, pelo Tribunal de Justiça da Bahia, por contrato sem licitação de serviços de locação de veículos.

Fonte: Bahia Notícias