Adsurdo no Rio de Janeiro:Traficantes querem fotos dos votos

Denúncias de que traficantes e milicianos estariam coagindo eleitores em comunidades da Zona Oeste a entrar com celular na sessão eleitoral para fotografar a imagem do visor que aparece depois que digitam o número do candidato na urna, podem levar o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio a proibir que as pessoas sigam até o local de votação portando celeulares.A sugestão é do coordenador de Fiscalização da Propaganda Eleitoral, juiz Luiz Márcio Pereira. É o que mostra reportagem de Waleska Borges e Elenilce Bottari na edição deste sábado em 'O Globo'. A proposta está sendo analisada pela corregedora regional eleitoral, juíza Jaqueline Montenegro, e deverá ser discutida na próxima semana pelo pleno do TRE. (fonte: O Globo)