Horário eleitoral começa sem surpresas no rádio

A grande pergunta ao final do primeiro dia de propaganda eleitoral no rádio parece ser: será que realmente adianta a movimentação dos candidatos no horário eleitoral gratuito? Hoje em dia, com tantos recursos disponíveis, como DVD e internet, muitos eleitores buscam formas bastante eficientes de fugirem da mídia imposta no rádio e na TV.

E quanto à proposta dos candidatos? Em Santo Antônio de Jesus, nada de novo. Não houve nenhuma tentativa de modernizar o processo.  Com exceção de um ou outro jingle, a assessoria de marketing não demonstrou criatividade o suficiente para atrair o eleitor indeciso ao pé do rádio. O que se ouviu, como em todos os anos, foi um desfile de promessas, nomes e números que pouco ou nada deixaram de subsídio para o povo digerir as informações em casa.  Algumas sugestões poderiam ser incorporadas, utilizando-se como base as antigas novelas do rádio, a utilização de mais de um locutor e outros recursos.  A imaginação numa hora dessas vale ouro.