Policial Militar preso em Amargosa pode ter abusado de crianças também em Santo Antônio

O policial José Jorge Santos Almeida, preso em flagrante na cidade de Amargosa abusando de uma criança de apenas oito anos, pode já ter cometido o mesmo crime também em Santo Antônio de Jesus, cidade onde vive e trabalha também como segurança em festas particulares.  José Jorge, vulgo “Jorjão” já abusava da criança com quem foi apanhado em flagrante a pelo menos dois anos, segundo informações do serviço de investigação da Polícia Militar que já estava seguindo a vários meses. Já existe informação segura de que Jorjão teria feito outras duas vítimas em Amargosa – crianças do sexo feminino, uma de 10 e e a outra de 12 anos de idade. No decorrer da investigação os policiais tomaram conhecimento de que o maníaco chegava a oferecer dinheiro em quantias diferenciadas às suas vítimas variando o valor de acordo com o ato sexal com ele cometido. A polícia agora investiga prováveis novas vítimas do pedófilo, requisitando aos pais ou responsáveis que tenham alguma suspeita para prestarem queixa a fim de que as investigações possam ter continuidade.   José Jorge já se encontra à disposição da justiça na carceragem do Pelotão de Choque da Polícia Militar em Salvador.