Greve dos bancários chega ao 14º dia

A greve dos bancários, que completa 14 dias, vai continuar. Pelo menos é o que estima o Sindicato da categoria. Eles vão manter fechadas todas as unidades públicas do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal e as agências do HSBC e do Unibanco. À noite, a categoria se reúne em assembléia, no Ginásio de Esportes dos Aflitos, para discutir o andamento e organização do movimento. Em todo o país, cerca de 4,5 mil unidades bancárias estão paralisadas. A categoria reivindica aumento de 13,23%, valorização dos pisos salariais, melhor Participação nos Lucros e Resultados, vale-refeição de R$ 17,50, cesta-alimentação de R$ 415,00, fim das “metas abusivas e do assédio moral”, mais segurança e novas contratações.