MPE acusa prefeito de Conceição do Almeida de Liderar fraude

O Ministério Público Estadual (MPE) acusa o prefeito de Conceição do Almeida, Joel Neiva (DEM), de liderar um “esquema de enriquecimento ilícito” por meio de empréstimos consignados, que causou prejuízo a 11 servidores, fraude em licitações e emissões de cheques sem fundo. De acordo com o MPE, em oito meses, a Prefeitura emitiu 253 cheques sem fundo, no valor de R$ 1.259.600,35. Há oito anos administrado a Prefeitura da cidade, onde fica até dezembro, Neiva é alvo de quatro inquéritos civis públicos por improbidade administrativa. Ele nega as acusações e afirma que trata-se de perseguição política.