Senador chama Wagner de intolerante

“É lamentável que um governador desça do necessário protocolo para dirigir-se a outra autoridade com tal falta de estilo e sobriedade, numa agressividade totalmente desnecessária ao ambiente político que vive hoje a Bahia”. Esse petardo abre a nota em que a assessoria do senador César Borges (PR) responde declarações do governador Jaques Wagner (ver nota).  No mesmo documento, o senador volta a dizer que o governo tentou cooptá-lo para apoiar Walter Pinheiro (PT). “Sou obrigado a dizer que fui, sim, procurado pelo governador na quarta-feira passada, dia 8, por volta das 20 horas, em contato telefônico no qual apresentou a oferta da secretaria da Agricultura em troca de apoio ao candidato dele à prefeitura de Salvador bem como ao seu governo”. Por fim, Borges sustenta que Wagner é intolerante: “infelizmente, o governador baiano mostra sua dificuldade em conviver com a divergência política, exigindo que se diga sempre sim e reagindo com desrespeito quando é contrariado”. (fonte: Bahia Notícias)