Dez cidades baianas estão sem médicos, inclusive Muniz Ferreira

Dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde e da Universidade Federal de Minas Gerais revelaram que 455 municípios brasileiros estão sem médicos. Na Bahia, essa carência atinge as cidades de Almadina, Lajedinho, Maiquinique, Mascote, Milagres, Muniz Ferreira, Muquém de São Francisco, Novo Horizonte, São José da Vitória e São José do Jacuípe.NOSSA OPINIÃO: Um país que bate recordes na arrecadação de impostos mesmo em tempos de crise, um país onde deputados esbanjam com verbas para viagens, paletó, escritório, parentes assessores entre outras benesses fará o gordo salário tem mais de 400 cidades sem médicos. A situação de Muniz Ferreira não é de se estranhar, a prefeitura que atrasa salários, compra serviços e paga com cheque (sem saldos) pessoal do prefeito entre outras mazelas de Gerson Quadros está nessa situação porque a população sempre que precisa recorre a Nazaré ou Santo Antônio, mas Muniz Ferreira recebe recursos do Ministério da Saúde e todo mundo (todo mundo, digam-se órgãos fiscalizadores como Câmara de Vereadores, Ministério Público, e Tribunais faz de Contas) fingem que não sabem o que o prefeito faz com esse dinheiro.  Outra razão que justifica essa notícia é falta de profissionais no nordeste por causa dos poucos cursos de medicina na região.