Fiscalização das motos – prefeitura no caminho certo

Terminou o prazo para o serviço de organização das moto-táxis em Santo Antônio de Jesus.  Eu sempre defendi a bandeira da organização do setor e sou da opinião  de que quer realmente ser mototaxista não se incomoda de pintar ou plotar sua moto para continuar no serviço. Tem que se criar realmente uma profissão respeitada de mototaxista mesmo que isso resulte por acabar com a função daqueles que preferem os bicos e temem desvaorizar seus veículos com uma pintura padrão. É preciso se fazer uma filtragem porque do jeito que estava qualquer um ficava, qualquer um ia. O trabalho da prefeitura está no caminho certo e tenho certeza que os verdadeiros mototaxistas, os pais de família que buscam o sustento de seus lares, irão permanecer no trabalho enquanto aqueles que utilizam o setor pra fazer pega, bico ou para namorar normalmente vão deixar de ocupar esse espaço no transporte alternativo da cidade.