Qual o efeito da crise em Santo Antônio de Jesus?

A cidade desenrola suas atividades tranquilamente. Quem passeia pelo centro em dia de segunda feira não nota qualquer diferença, ainda que estejamos em período carnavalesco : gente comprando, trânsito confuso, lojas cheias de promoções e diversidade de mercadorias.  É difícil dizer até onde vai o efeito da crise sobre o chamado “comércio mais barato da Bahia”. Até o momento ouvem-se rumores de demissões aqui e ali mas tudo meio que debaixos dos panos.  No geral, parece que o tsunami atingiu bem longe, entre os exportadores e grandes multinacionais. Pelo visto, a afirmação de que Deus é brasileiro não está de todo errada. Só acrescentaria que pode também ser santoantoniense.