Délcio cita sua origem humilde e denuncia suposta “farsa” armada contra ele

Em entrevista coletiva à imprensa concedida na Câmara Municipal de Santo Antônio de Jesus, o presidente do Legislativo municipal, Délcio Mascarenhas citou sua origem humilde como vendedor de geladinhos, feirante e seu primeiro mandato  de vereador aos vinte anos de idade como fatos que marcaram uma breve retrospectiva da sua vida pública e reiterar a sua “inocência” com relação às acusações de compra de votos que culminaram com a cassação do seu mandato atual. Segundo Délcio, o próprio eleitor, cuja voz figura na gravação que motivou o processo, estaria disposto a negar em juízo as afirmações que estão sendo feitas contra o vereador.  Ainda conforme Délcio, a gravação apresentada à Justiça Eleitoral seria uma montagem forjada com o único objetivo de atingi-lo em sua honra e fruto de uma perseguição da qual se diz vítima. Na entrevista ele declarou estar despreocupado quanto à possibilidade de ter de novamente deixar o cargo por determinação do T.R.E, inclusive citando o provérbio bíblico que diz: “Nenhuma arma forjada contra ti prosperará”.  Délcio afirmou que toda esta movimentação não passaria de uma farsa que com o objetivo de desmoralizar um grupo político que vem trabalhando por Santo Antônio de Jesus.