Prefeito baiano paga a si mesmo 43 mil reais em diárias

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quarta-feira (15), julgou procedente a denúncia contra o prefeito de Vereda, Adalberto da Rocha Nonato, referente ao pagamento de diárias a si próprio no valor de R$ 43.200. O valor corresponde a 46% dos subsídios anuais do prefeito. O relator, conselheiro Raimundo Moreira, aplicou multa de R$ 3 mil que deverá ser recolhido aos cofres públicos. O termo de ocorrência foi formulado pela 15º Inspetoria Regional de Controle Externo, que analisou o pagamento de diárias no valor de R$ 4 mil ao prefeito foram feitos praticamente todos os meses, o que resultou no montante de R$ 43.200. O valor da diária para dentro do estado é de R$ 400, o que levou a conclusão da relatoria que o gestor teria se ausentado do município, em 2008, por 108 dias, ou o equivalente a 30% do ano. Em defesa própria, Adalberto alegou que muitas vezes é obrigado a deslocar-se para Salvador e Brasília, que distam do município de Vereda respectivamente 900 km e 1.500 km da sede municipal, com vista a obter recursos destinados a obras e serviços em benefício da municipalidade.

 

Fonte: Ibahia