Termoelétrica de Sapeaçú : Promotor Julimar Barreto acompanha a questão

O Promotor de Justiça e Meio Ambiente de Santo Antônio de Jesus, Julimar Barreto, comentou no programa Levante a Voz a recente audiência que ocorreu em Sapeaçú com representantes de órgãos ambientais, Instituto do Meio Ambiente, Prefeitura Municipal, Ministério Público e diretores da empresa Multiner, a fim de discutir a questão ambiental da instalação da termoelétrica naquela cidade. O promotor disse que foi concedida uma licença inicial para que a empresa procedesse o funcionamento da termoelétrica mas que, caso haja a constatação de prejuízo ambiental ou risco para a saúde pública, a licença poderá ser suspensa e a empresa poderá vir a ser fechada.  O doutor Julimar ressaltou que a empresa Multiner declara utilizar a mais moderna tecnologia européia para a implantação da termoelétrica com o objetivo de prover toda a região do recôncavo de energia elétrica, funcionando apenas em momento de alta necessidade, quando as hidroelétricas estiverem em defasagem produtiva, para evitar o risco de apagão. O investimento na termoelétrica de Sapeaçú ficará em torno de 400 milhões de reais e, conforme foi exposto na audiência, todo o subproduto do óleo pesado deverá ser tratado rigorosamente antes de ser depositado no meio ambiente.