PMDB baiano denuncia governado baiano ao MP

O PMDB baiano ingressou ontem com representações no Ministério Público Federal (MPF) e Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) alegando “propaganda enganosa”, reclamando contra o fato de a publicidade do governo Jaques Wagner (PT), supostamente, omitir a participação da União em obras importantes que estão sendo tocadas no estado como a revitalização do Rio São Francisco, o Viaduto Dois de Julho (já inaugurado) e a Via Expressa do Porto. Wagner classificou, ontem, a ação dos peemedebistas de “mais uma ironia que uma decisão”, segundo o jornal A Tarde de hoje. A “paternidade” de obras deve ser um dos principais motes da campanha na Bahia com cada um querendo puxar a brasa para a sua sardinha. Uma das queixas peemedebistas é o fato de uma peça publicitária do governo baiano não explicitar de onde vem os R$ 170 milhões que estão sendo gastos na revitalização do rio, com a reconstituição de matas ciliares, saneamento e na dragagem do leito do rio. O projeto, no âmbito federal, é conduzido pelo ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, que se coloca como segundo palanque da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), presidenciável petista, na Bahia.

Fonte: Bahia Notícias