Golpe da pirâmide lesou mais de 20 mil em Maragogipe

R$ 16 milh?es. Esta ? a estimativa da Pol?cia Civil de Maragojipe (a 133 km de Salvador) sobre o montante arrecadado por quatro mulheres que desde julho aplicavam um golpe semelhante ao da pir?mide, batizado no munic?pio de caixa cooperativa. O n?mero de lesados pela promessa de ganhar dinheiro f?cil em apenas 21 dias chega a 22 mil, quase metade da popula??o, calculada em 43.200 habitantes (I BGE/2008). O golpe foi motivo de revolta. Deu preju?zo para muitos e lucro para poucos em Maragojipe. As quatro suspeitas de comandar a caixa moravam na cidade e est?o foragidas. O Minist?rio P?blico vai trabalhar no caso. De acordo com a promotora de justi?a Neide Reim?o Reis, a forma??o da pir?mide pode ser considerada crime de estelionato, previsto no artigo 171 do C?digo Penal.? ?N?o ? um banco ou cooperativa de cr?dito com fundo de reserva que garanta devolu??o do dinheiro. A pir?mide ? um crime. Um golpe aplicado com anu?ncia de pessoas querendo receber vantagens com dinheiro alheio.

Fonte: Atarde