“Paquera” do PMDB dá tom do primeiro turno, diz Wagner

O gesto do ministro da Integra??o Nacional, Geddel Vieira Lima ? pr?-candidato peemedebista a governador ?,? que “ensaiou” uma aproxima??o com o DEM e o PSDB na conven??o do seu partido, no ?ltimo domingo, no Hotel Bahia Othon Palace, em Salvador, n?o surpreendeu o governador Jaques Wagner que interpretou os elogios feitos aos presidentes do PSDB, Ant?nio Imbassahy, e do DEM, Paulo Souto, como uma antecipa??o do primeiro turno das elei??es de 2010.? ?Isso pode acontecer se a leitura que os cr?ticos fizerem ? de que a tend?ncia das elei??es, como aconteceu em 2002 e 2006, ? de polariza??o ? na medida em que eles se declaram oposi??o ao nosso governo, eles podem se juntar no primeiro turno. Pode haver uma precipita??o, mas n?o tenho bola de cristal?, disse Wagner, na inaugura??o do Hospital Regional de Santo Ant?nio de Jesus, ao lado do ministro da Sa?de, Jos? Gomes Tempor?o.

Fonte: Atarde