Wagner diz que é besteirol argumento de João Ubaldo

Duas semanas depois de lan?ado o manifesto em defesa? de amplo debate sobre a constru??o da ponte Salvador-Ilha de Itaparica ? tema do artigo ?Adeus, Itaparica?, de autoria do escritor? Jo?o Ubaldo Ribeiro publicado em A TARDE ?, o governador Jaques Wagner (PT) declarou, nesta quinta, que ? defensor da ponte porque traz modernidade. Ele disse respeitar a opini?o de Ubaldo, ilustre itaparicano em f?rias na ilha, mas define como ?besteirol? e ?clichꔠ o argumento de que as coisas que envolvem dinheiro s?o sempre obra cara e a servi?o de empreiteira.

?Jo?o Ubaldo ? um grande escritor, n?o sei se ? um grande urbanista, mas tem o direito de emitir a opini?o dele. Mas n?o acho que a opini?o dele ? referencial. ? uma opini?o de um cidad?o, como ? um cidad?o qualquer trabalhador de Itaparica?, disse Wagner, para quem os argumentos do? escritor ?podem ter uma reverbera??o maior pelo o que ele representa do ponto de vista do mundo liter?rio, de nossa cultura?.

Aninha e Chico – O manifesto para discutir a ponte Salvador-Itaparica, que ter? 12 quil?metros de extens?o e dever? custar entre R$ 1,5 bilh?o a R$ 2 bilh?es, j? tem a ades?o de intelectuais de todo o pa?s, como a dramaturga baiana Aninha Franco e o compositor Chico Buarque de Holanda. Jo?o Ubaldo, em seu artigo, alerta para o risco da ponte comprometer o meio ambiente e aumentar a pobreza na ilha por conta da especula??o imobili?ria.

Wagner acha que o tema n?o deva ser discutido com paix?o, porque n?o contribui com o debate, e disse n?o ter nenhum medo de dogma.? ?Eu gosto de me contrapor com argumentos e com debates?, frisou o governador. ?A verdade ? um processo de debate e constru??o de consenso. Ent?o n?o me venha pra c? nenhum dono da verdade, dizer ? assim ou ? assado?.

Em tom desafiador, falou: ?Eu (tamb?m) posso encontrar outros ?cones da cultura baiana e brasileira que t?m opini?o contr?ria ao do meu querido escritor?.

Audi?ncia – Entre os que discordariam do escritor, na opini?o do governador, estaria o povo de Itaparica e que o manifesto deveria ser uma audi?ncia p?blica na ilha ou em Salvador ou na Prefeitura de Vera Cruz. ?Esses s?o os maiores interessados? , assinala o petista, lembrando que mesma pol?mica foi criada quando foi constru?da a Ponte do Funil, que interliga a ilha ao continente pela contracosta.

Jaques Wagner explicou que s? fez lan?ar uma ideia que ele espera se materializar. Disse que, mesmo que quisesse buscar uma solu??o mais barata, expandindo por exemplo o Sistema Ferryboat, ainda assim n?o seria solu??o para driblar os congestionamentos nos feriados e durante o ver?o. Segundo ele, h? impossibilidade de atraca??o e desatraca??o.

?A lancha vai continuar, mas precisamos expandir nossa capital que est? estourada demograficamente e a ponte seria um vetor Oeste de crescimento?, ponderou Wagner, que n?o v? alternativa de menor custo para fazer a travessia, conectando a rodovia BR-242 com o Porto de Salvador.? As construtoras OAS e Odebrecht j? realizaram estudos preliminares e t?m interesse em participar de uma eventual licita??o.

Fonte: A Tarde