Manguezais de Acupe, distrito de Santo Amaro, serão repovoados com caranguejos

At? o final desta semana, aproximadamente um milh?o de filhotes
de caranguejo (megalopas) v?o ser lan?ados nos manguezais de Acupe, distrito do
munic?pio de Santo Amaro, entre o Rio Paragua?u e Ba?a de Todos os Santos.
Em pouco mais de dois anos este ? o segundo repovoamento de caranguejos
que ? feito na regi?o, pela Secretaria da Agricultura, irriga??o e Reforma
Agr?ria (Seagri), atrav?s da Bahia Pesca. O trabalho ? o primeiro que
a Bahia Pesca faz sem qualquer tipo de parceria e a expectativa ? que
os megalopas atinjam a fase juvenil com pouco mais de um ano
a partir da sua coloca??o nos mangues.
Por?m, os filhotes de caranguejos que est?o sendo colocados
agora nos manguezais, s? podem ser capturados quando suas
carapa?as tiverem em torno de seis cent?metros de espessura,
que ? o que a legisla??o do Ibama permite.

O caranguejo-U?? (Ucides cordatus) ? da fam?lia dos ocipod?deos.
Tal esp?cie possui colora??o dorsal verde-azulada e pernas vermelhas,
sendo encontrada na maioria dos manguezais brasileiros. O animal tem
como caracter?stica as patas carnudas, peludas e arroxeadas.
Costuma viver em locais escavados nos manguezais
e s? pode ser visto quando a mar? est? baixa, quando
?sai em busca de alimentos. Na ?poca do acasalamento e reprodu??o,
a f?mea do U?? costuma sair da toca
e caminhar vagarosamente pela ?rea pr?xima ao manguezal,
tornando-se presa f?cil dos marisqueiros.
A captura do caranguejo-U?? ? regulamentada pela
portaria do Ibama: a de n? 1.208, de 22 de novembro de 1989,
que estabelece tamanhos m?nimos para a largura
de carapa?a na regi?o Nordeste (4,5cm).
A Lei n? 9.605 de 12 de fevereiro de 1998, Lei de Crimes Ambientais,
prev?, em seus artigos de 30 a 40, multas e penas de pris?o
de at? tr?s anos para quem destruir ou danificar ?reas de preserva??o permanente,
categoria em que o habitat do caranguejo-u??, o mangue, est? inclu?do.
Cistina Pita, com informa??es da SEAGRI

Caranguejo-u??