PF investiga 30 mil casos de corrupção

A Pol?cia Federal enviou relat?rio ao Minist?rio da Justi?a e ? Casa Civil em que revela que atualmente h? exatos 29.839 inqu?ritos, distribu?dos pelas 27 superintend?ncias regionais do ?rg?o, em andamento para investigar crimes contra a administra??o p?blica. Os delitos detectados s?o corrup??o, peculato, tr?fico de influ?ncia, fraudes em licita??es, emprego irregular de verbas p?blicas, prevarica??o e concuss?o (extors?o praticada por funcion?rio p?blico). Em um per?odo de sete anos, foram deflagradas 1.023 opera??es, nas quais 13.024 suspeitos foram presos ? nos dois ?ltimos anos (2008 e 2009) foi o per?odo em que a PF mais trabalhou: 523 miss?es que culminaram com 5.138 pris?es. O relat?rio pede a cria??o de duas divis?es: uma para reprimir desvios de recursos e outra para investigar servidores e pol?ticos envolvidos em malversa??o. A PF assegura que a nova estrutura a ser criada contar? com remanejamento de pessoas, o que tornaria ?nfimo o gasto. As divis?es representar?o “forte instrumento de combate ?quilo que j? se pacificou ser a principal mazela do pa?s?, avalia o relat?rio. Para incluir a nova estrutura em seu organograma, o ?rg?o precisa que elas sejam criadas por decreto presidencial.

Fonte: Estado de SP