A Contemplação do Sol

O sol que nasce todos os dias neste mundo, v? todos os dias as mesmas coisas: pobreza, guerra, incompreens?o, sofrimento? Enfim: v? contempla tudo isso!? O que ele deve fazer?
? Seria uma solu??o negar os seus raios?
? N?o!
? Ou aumentar a sua intensidade?
? Tamb?m n?o! Ele j? faz muito para amenizar o sofrimento, dando-nos essa paisagem magn?fica, que ? o cair da tarde!? ? uma paisagem realmente que nos sensibiliza, fazendo-nos esquecer por alguns instantes, tudo isso!?
? Mas, existe um lugar neste mundo, que a sua intensidade ? constante e o povo deste lugar sofre constantemente com isso, mesmo contemplando essa paisagem magn?fica!
? Eu sei. O nordeste! Os nordestinos! Veja:
Mais um dia vem nascendo!
O sol desponta lentamente,
l? no nascente,
como ? belo o amanhecer!
De manh?, bem cedinho, quando o dia vem clareando;
vou caminhando por beira-mar,
para v? o sol despontar lentamente,
l? no nascente!?
Como ? belo o nascer do dia e tamb?m o do sol!
O dia vem com mais alegria,
quando o sol com ele vem!
Se o dia nasce chorando e o sol n?o vem,
foi porque eles brigaram,
mas se querem muito bem!
Pela manh? vou v? o encontro,
? tarde a despedida!
Sim, se querem muito bem!
Quando o dia vai morrendo,
o sol clareia com os seus raios de ouro;
ele, tamb?m, morre lentamente,
l? no ocidente,
como ? triste ? separa??o!

joscar.