César confirmou ontem apoio à Geddel

O que era tido como certo na pol?tica baiana precisou apenas de um fim de semana para se desmanchar. Ap?s o governador Jaques Wagner (PT) confirmar na sexta-feira (9) que o senador C?sar Borges (PR) estaria na sua chapa para elei??o deste ano, o republicano escolheu o domingo chuvoso de ontem (11) para divulgar o inverso. Ele n?o s? n?o vai ficar com o petista como passa a se aliar ao seu advers?rio pol?tico: o ex-ministro Geddel Vieira Lima do PMDB Em nota , o senador afirmou que ?o PMDB deu provas mais sinceras de pretender uma verdadeira e integral parceria com o PR?. As provas a que o senador se refere s?o as coliga??es proporcionais para deputado federal e estadual. Coisa que o PT n?o queria e o PMDB, que s? havia fechado oficialmente com dois partidos, aceitou rapidamente. O PT queria que o PR ingressasse na alian?a, mas n?o fizesse coliga??o na disputa das vagas com eles para a Assembleia Legislativa e a C?mara Federal. O presidente estadual do PT, Jonas Paulo, j? admitia que a chapa de Wagner teria mais de uma coliga??o para abrigar o PT e o PR. Isso aconteceria, sobretudo, por conta da rejei??o dos petistas ao nome de Borges. ?O PMDB garantiu ao partido as coliga??es para os deputados estaduais e federais, o que vai permitir a constru??o de um projeto pol?tico comum e s?lido, no qual todos possam crescer e trabalhar com a mesma for?a em favor da Bahia?, concluiu Borges.

Fonte:?Correio